Ir para conteúdo

Iate Clube de Brasilia… 110 Crianças Velejando de Optimist em 2022

Uma escola de vela com mais de 100 alunos ativos, e 85 sendo crianças no Optimist, em meio a uma pandemia, foi um marco histórico que o Iate Clube de Brasilia alcançou, e no meio do país e sem mar. E vai além… para 2022 já são 110 crianças inscritas nas escolas de vela da classe Optimist!

Um exemplo excelente para a ser perseguido por muitos estados e clubes pelo Brasilia a fora. Isso é efeito de muita dedicação e competência das gestões atuais do clube e da flotilha, que trabalham arduamente para alcanças esses números, e trabalhar para o desenvolvimento do nosso esporte no Brasil, levando diversão, esporte e lazer para a comunidade e famílias.

E o resultado é claro… De tempos em tempos, o Optimist do Iate Clube de Brasília revela gerações vitoriosas que chegam ao topo da classe no Brasil. Tivemos grandes velejadores como Rodrigo Mendonça, Felipe Rondina, Luiz Felipe do Amaral e Ricardo Paranhos que frequentaram o pódio pelo país afora. A evolução destes atletas aconteceu devido a trabalhos feitos por bons dirigentes e técnicos competentes, além, é claro, do esforço e talento dos velejadores.

E dessa forma, o ano de 2021 foi muito bom para a vela do Iate Clube de Brasília. O ICB teve velejadores formados no clube ganhando campeonatos nacionais de ILCA 6 e ILCA 4, participando de forma brilhante do mundial de Optimist, e o mais importante, muitos velejadores e flotilhas ativas de Optimist, ILCA 7, 6 e 4, Finn, Snipe, Dingue e outras classes. Entretanto, a melhor notícia foi o crescimento do Optimist no clube.

Agora a ideia é ter continuidade neste trabalho. Com apoio interno do seu Comodoro, Flávio Pimentel, e de toda a diretoria, além do suporte do Comitê Brasileiro de Clubes, o clube tem investido na formação de técnicos, preparadores e gerentes, e em equipamento e material. A escola de vela do clube conta com mais de 100 barcos, sendo oitenta e cinco deles Optimists. Desses, vinte e seis são barcos novos, de ponta, adquiridos com recursos do CBC.

O Iate Clube disponibiliza barcos a todos os velejadores de Optimist. Desta forma, consegue incentivar aos iniciantes e reduzir a evasão dos alunos que terminavam a escolinha e não podiam comprar equipamentos. E os números positivos aparecem… O último campeonato do DF de estreantes contou com 12 inscritos, aumento significativo em relação ao anterior. Para o ano que vem, temos uma previsão de 14 veteranos e mais de 20 estreantes, ou seja, 34 ativos na flotilha, e mais de 80 vindo da escola de vela e para formar novas gerações. Isso tudo, preparando o ICB para sediar de forma histórica o Campeonato Brasileiro de Optimist em 2023.

No ano de 2022 as escolinhas estarão cheias e com aulas de terça a domingo. Já são 46 inscritos para as turmas de iniciantes, 19 inscritos para a Turma Avançada e previsão de oito novos estreantes na flotilha já em fevereiro.

O Iate inovou também de uma forma muito especial. O Iate criou a turma Happy, com foco em velejar por recreação, com 25 inscritos para 2022. Isso para não perder aqueles que amam velejar mas não querem competir, e que eventualmente deixavam de velejar quando o foco era a competição. Com isso, o Iate consegue manter as crianças velejando e se divertindo, o que é mais importante.

O Diretor de Escolas de Vela, Gustavo Raulino, completa: “Para 2022 serão 110 velejadores de Optimist inscritos para o próximo semestre, mas ainda há vagas para algumas turmas. Além disso, são 12 alunos na Vela Jovem e 6 na Vela Jovem Iniciante, que utilizam barcos ILCA e 420, proporcionando continuidade no esporte para quem já não pode mais velejar de Optimist”.

Para dar suporte a todos estes velejadores, a equipe conta com sete técnicos e professores, alguns deles que representaram o Brasil em campeonatos mundiais de várias classes. Também são disponibilizados aos atletas fisioterapeutas e preparadores físicos. Toda estrutura é coordenada por gerentes profissionais.

Gustavo Raulino ainda reforça: “Em 2022 o Iate quer aumentar o intercâmbio com outras flotilhas do Brasil sendo mais presentes em campeonatos regionais, e ajudando a todos os estados a se prepararem para o Brasileiro de 2023. O Iate ainda vai buscar também intercambio com outros países, uma vez que possui uma estrutura para oferecer barcos para empréstimo e aluguel, além de botes para técnicos. Desta forma, o Iate tem a certeza de que pode se juntar às grandes flotilhas do Brasil e aumentar a força da classe Optimist”.

E o seu clube, o que está fazendo para a Classe Optimist? Compartilhe aqui a sua história! Parabéns ao Iate Clube de Brasilia, principalmente seus dirigentes, velejadores e famílias, o elo mais importante dessa nossa grande comunidade!

Categorias

Informativo

marcusamaral Ver tudo

Pai do Pipe e um apaixonado por tecnologia, cloud, start ups e marketing digital... E lógico, como a inovação pode revolucionar mercados. Ainda por cima... louco pelo mar, Iatismo/Vela e tudo que está conectado a familia, meu maior amor e prioridade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: