Ir para conteúdo

Brasileiros iniciam Mundial de Optimist no quintal de Robert Scheidt

Competição é realizada no Lago di Grada, na Itália, e conta com seis representantes do Brasil.

A equipe brasileira de Optimist iniciou a disputa do Mundial da categoria, nesta sexta-feira (2), no Lago di Garda, na Itália, com três velejadores entre os Top 10. Os jovens Alex Kuhl, Lucas Freitas e Douglas Said conseguiram bons resultados nas duas regatas do dia, que teve média de 8 a 12 nós de vento.

A competição da classe de introdução à modalidade conta com 259 velejadores de até 15 anos de todo o mundo. As provas são divididas em várias flotilhas levando em conta o número alto de competidores.

O evento, que vai até 10 de julho, tem liderança provisória do norte-americano Gil Hackel após duas regatas disputadas. O time brasileiro tem ainda Luiz Felipe Giagio (23º) e Eduardo Zeitone (152º). Os treinadores dos velejadores brasileiros são Ricardo Paranhos e Rodrigo Amado.

”Dia foi longo na estreia do Mundial de Op. Mas foi muito bom, começamos com o pé direito, com vários atletas entre os primeiros nas duas regatas, Foi só o início, vamos trabalhar duro para seguir fazendo bons resultados até o final do campeonato”, disse Ricardo Paranhos, team leader do Brasil no Mundial. 

O Optimist é a porta de entrada da vela no mundo, tendo sido a base da maior parte dos campeões olímpicos e mundiais, como campeões olímpicos e mundiais Robert Scheidt, Martine Grael e Kahena Kunze. 

Além do Mundial, a equipe brasileira disputou vários eventos internacionais e é formada por 24 atletas de 12 a 15 anos, sendo oito meninas e 16 meninos.

O Campeonato Mundial de 2021 é realizado no Lago de Garda, onde mora e treina o bicampeão olímpico Robert Scheidt. Nos próximos dias, o atleta embarca para Tóquio para sua sétima olimpíada.

Destaque no Mundial

O Brasil tem um histórico de destaque nessa competição, e em 2021 está com um forte time para buscar o campeonato mundial. O País já foi campeão mundial por equipes, e tem um time forte para buscar o bicampeonato em 2021.

Os destaques da equipe do Mundial em 2021 são Lucas Freitas (atual bicampeão Brasileiro), Alex Kuhl (2x vice-campeão brasileiro), Eduardo Zeitone e Luiz Felipe Giagio (vice-campeões brasileiros por equipe). Além destes, está Douglas Said, garoto de origem humilde, que teve sua vida transformada pela vela, vindo de uma comunidade carente de Ilhabela (SP)

“Os velejadores estão muito bem bem preparados para o Mundial. Isso mostra o desenvolvimento dos clubes, CBVela e Optibra, mas principalmente das famílias. Estamos entre os melhores do mundo”, disse Marcus Amaral, secretário nacional da Optimist Brasil.

Time Brasil 2021 no Mundial

Alex Kuhl (Alemão)

Douglas Said (A Lenda)

Eduardo Zeitone (Dudu)

Lucas Freitas

Luiz Felipe Giagio (Pipe)

Sobre o Op

A classe Optimist é uma das mais praticadas na vela mundial por ser uma categoria de introdução à modalidade. O barco de 2,34 metros é fácil de tocar e oferece segurança para a garotada de até 15 anos aprender as principais funções de um monotipo. Além de ser um barco de iniciação à vela e de excelente custo benefício, o formato impede velocidades elevadas, garantindo, assim, a segurança do Optimist. 

O veleiro suporta até 60 quilos e pode ser conduzido por pequenos de 7 a 15 anos. O nome, traduzido do inglês, quer dizer otimista. Hoje, a organização que cuida da categoria mundialmente estima que mais de 100 mil crianças tenham um modelo. 

OptiBRA

A OptiBRA é a Associação Brasileira dos Velejadores da Classe Optimist e tem por finalidade principal o desenvolvimento da Vela infanto-juvenil pela prática segura na Classe Optimist em todo o território nacional. Também atua para incentivar, orientar, dirigir, promover, fiscalizar e divulgar a prática da Vela de competição na Classe Optimist. Apesar de todas as dificuldades mundiais impostas pela pandemia de COVID 19, o Brasil estará presente nestes certames de 2021 com equipes de nível técnico forte, com capacidade para disputar os títulos. 


SOBRE A CBVELA

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB). Tem o Bradesco como patrocinador oficial, e o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador oficial da Vela Jovem. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: sete. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 18 medalhas em Jogos Olímpicos.

Categorias

Informativo

marcusamaral Ver tudo

Pai do Pipe e um apaixonado por tecnologia, cloud, start ups e marketing digital... E lógico, como a inovação pode revolucionar mercados. Ainda por cima... louco pelo mar, Iatismo/Vela e tudo que está conectado a familia, meu maior amor e prioridade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: